Plano de Negócios O que é

Você sabia que muitas empresas quebram logo nos primeiros anos de atividade? Uma das razões disso é a falta de planejamento.

Para que isso não aconteça, veja como montar um plano de negócios!

Na vida como empreendedor ou administrador, ter visão de futuro é extremamente importante. Isso significa pensar no que você pode alcançar com as ferramentas que possui agora.

Mas por onde começar? O ponto-chave é descobrir como fazer um plano de negócios

Sim, mais importante do que ter ideias para produtos e serviços, é fazer um panorama de investimentos e custos e, assim, ver se tudo valerá a pena. 

Ficou curioso para saber mais? Neste conteúdo, vamos mostrar o passo a passo de como montar um plano de negócios.

Aproveite! 

Plano de Negócios: O Que É?


O plano de negócios é um documento que reúne todos os aspectos do seu empreendimento, como público-alvo e recursos financeiros.

O propósito é ter o maior número de informações para que seja possível analisar o quanto o empreendimento pode dar certo. 

Passo a Passo de Como Montar Um Plano de Negócios [9 passos]


1. Construa o sumário executivo

Agora que você já sabe o que é um plano de negócios, chegou a hora de começar a criá-lo. O primeiro tópico é o sumário executivo, que nada mais é do que o conjunto das principais informações do seu futuro negócio. 

Os tópicos são os seguintes: 

descrição do negócio e do diferencial dele;

  • missão, cultura e valores da empresa;
  • características dos produtos e/ou serviços (qualidade e custo-benefício);
  • definição do público-alvo;
  • localização; 
  • investimento e custos;
  • quadros jurídicos e tributários.

Apesar desse ser o primeiro passo, sugerimos que você o faça por último, uma vez que ele é o resumo do planejamento. 

2. Analise Seu Mercado

O pontapé inicial é analisar o seu mercado, basicamente, dizer como e para quem você atuará. Por isso, nesse ponto, entra a tríade: fornecedores, produtos e/ou serviços e público-alvo. 

Reúna o maior número de informações possível, como: quem são e de onde vêm os seus fornecedores, como você negociará com eles, como são os produtos ou serviços, quais são os diferenciais da sua marca.

Além disso, quem são os clientes em potencial, como eles podem ver o que você vende como uma solução, etc. 

3. Segmente Seus Clientes

Pode parecer mentira, mas muitos empreendedores, mesmo após anos de atuação, não sabem detalhes sobre seus clientes. 

Mas, pare e pense: como vender e conquistar fidelidade, sem saber absolutamente tudo sobre os consumidores? Faça um estudo e entenda não só se os seus clientes são homens e mulheres e qual a idade deles. 

Descubra as preferências, o que desejam solucionar a partir da sua marca, quais poderão ser os possíveis impeditivos de compra, por onde costumam se informar, quais são os melhores canais para se comunicar com eles, etc. 

Tudo isso te ajudará a criar estratégias assertivas para a divulgação e comercialização.

como montar um plano de negócio simples e prático

4. Analise Sua Concorrência

Impossível mostrar como montar um plano de negócio sem citar a análise de concorrência

Além de cuidar do seu jardim, também é preciso olhar a grama do vizinho, afinal, o desempenho da sua marca precisa ser o melhor de todos. 

Então, faça uma lista dos seus concorrentes, que são aqueles que atuam no mesmo nicho que o seu.

Depois, veja, principalmente, quais são os preços aplicados, características dos produtos ou serviços e atendimento que eles prestam. 

5. Analise Seus Fornecedores

Vamos supor que você seja dono ou administrador de um supermercado, ok? 

Os seus fornecedores, então, são os fabricantes ou revendedores de alimentos. Antes de fechar negócio, analise todos os pontos. Os melhores fornecedores precisam oferecer produtos de extrema qualidade

Além disso, claro, precisam ter bons preços, rapidez de produção e entrega, sem contar na abertura para negociações de valores. 

6. Faça Um Plano de Marketing

O marketing tem uma importância enorme para as empresas, independentemente do porte e do segmentos delas. Isso porque ele faz a ponte entre marca e clientes. 

No seu plano de marketing, devem constar a lista de produtos e/ou serviços oferecidos — descreva todas as características deles. Fora isso, cite como eles deverão ser apresentados aos compradores. 

7. Faça Um Plano Operacional

O plano operacional nada mais é do que a descrição da estrutura e capacidade da empresa. 

Sendo assim, é preciso determinar quais e quantos serão os equipamentos utilizados, a quantidade de vendas desejadas em um determinado período, quantos funcionários serão necessários

Fora isso, já monte as tarefas específicas e coloque-as em um fluxo. 

8. Faça Um Plano Financeiro

O penúltimo passo é descrever tudo o que envolve gastos, investimentos e capital de giro.

Nesses três itens entram: compra de produtos e equipamentos, contratação de funcionários e aluguel do espaço físico.

Lembrando que o plano financeiro é a alma do negócio, ele não só ajuda a manter o controle, como também possibilita o alcance de novos objetivos.

Aliás, você pode estabelecer os pontos de chegada por meio do OKR.  

 9. Analise Seu Cenário e Avalie Seu Plano de Negócio

A última parte de como montar um plano de negócio é revisar tudo o que foi escrito. Confira se falta alguma informação e se todos os tópicos estão claros e objetivos. 

Mais do que isso, é muito importante analisar o seu cenário, ou seja, pensar em todas as oportunidades e riscos que a empresa pode ter.

Essa tarefa é fundamental, sobretudo, para criar uma gestão de crise

Afinal, um bom empreendedor ou administrador não deve só ter boas ideias para vendas, mas também saber contornar momentos conturbados. 

No vídeo abaixo, você poderá acompanhar também um passo a passo fornecido pelo Sebrae para montar a sua estratégia:

Qual a Importância de Um Plano de Negócios?

plano de negócios o que é e importância

Depois de saber como fazer um plano de negócios, talvez, você ainda esteja se perguntando da importância disso. 

O documento, além de indicar como o empreendimento pode dar certo, ainda ajuda na tomada de decisões — não importa se o momento é favorável ou não. 

Por que Fazer um Plano de Negócios?

Vale ressaltar, ainda, que o desconhecimento sobre o próprio negócio pode levar à falência logo nos primeiros anos de atividade. 

De acordo com uma pesquisa do Sebrae, nos cinco anos iniciais, muitas empresas quebram por conta de três motivos: falta de planejamento, má gestão empresarial e desalinhamento no comportamento do empreendedor. 

Melhor, então, começar do jeito certo a partir de um plano de negócios, não é mesmo? 

Exemplo de Plano de Negócios


Para te ajudar, mais ainda, a elaborar um plano de negócios, separamos um exemplo do Sebrae.

Em uma espécie de apostila, a entidade mostra várias suposições para cada ponto do planejamento.

Além disso, outra forma de pensar (ou re-pensar) seu modelo de negócios é através do Business Model Canvas

Vale conferir! 

Conclusão


Neste conteúdo, você viu como fazer um plano de negócios. O roteiro, composto por nove passos, ajuda a indicar o quanto um empreendimento pode dar certo.

Fora isso, auxilia na tomada de grandes decisões e na análise de possíveis riscos que a empresa possui. 

Aproveite todo esse conteúdo e comece a montar o seu planejamento quanto antes! Comece do jeito certo! 

Leia também:
+ Objetivos de uma Empresa: o que são e como defini-los? [GUIA]
+ Guia PMBOK: TUDO Sobre as Boas Práticas na Gestão de Projetos!
Fatores Críticos de Sucesso: o que são e como defini-los?

>