• Home
  • »
  • Blog
  • »
  • Gestão
  • »
  • Gestão de Crise: O Que É e Como Superá-la em 9 Passos? [GUIA COMPLETO]
o que é gestão de crise

Momentos conturbados podem compor a trajetória de qualquer empresa. Para saber superar, confira o passo a passo de como fazer gestão de crise eficiente!

11 de março de 2020, a Organização Mundial de Saúde (OMS) declara pandemia causada pelo novo coronavírus.

A nova realidade, então, se tornou um divisor de águas para empresas do Brasil e do mundo.

Quem sobreviveu e sobrevive, certamente, tem noções sobre gestão de crise.

Isso mesmo... Mais do que saber fazer negócios, é necessário descobrir como atuar em períodos de caos extremos. 

Caso você ainda tenha dificuldades sobre esse assunto, não precisa mais se preocupar. 

A seguir, vamos discutir o passo a passo para determinar uma gestão de crise empresarial eficiente.

Confira!

O Que É Gestão de Crise?


A gestão de crise é o conjunto de estratégias para garantir a sobrevivência das empresas em momentos conturbados.

Essas situações desafiadoras podem ser causadas por diversos fatores internos ou externos, por exemplo: equívoco na fabricação de um produto, crise financeira nacional ou global e, até mesmo, acidentes graves.

Esclarecido o conceito, cabe aqui uma observação muito importante: o plano de contenção precisa ser elaborado antes da crise surgir.

Ou seja, é necessário separar um tempo para prever o que pode dar errado, e já definir saídas de emergência.

É claro que algumas situações não podem ser antevistas, mas, se houver o plano de ação para o básico, você e a sua equipe já estarão um pouco mais tranquilos para o inesperado.

Por exemplo, é certo que ninguém esperava a pandemia causada pelo novo coronavírus em 2020, mas, as empresas que já tinham um planejamento para gestão de crise financeira, certamente, se saíram melhor.

Por Que a Gestão de Crises É Importante Para a Saúde da Empresa?


É preciso ter em mente que, não importa o tamanho e o sucesso de uma empresa, nenhum negócio nunca está livre de períodos conturbados. 

Esse é o primeiro motivo que explica porque a gestão de crise empresarial é tão importante.

Além disso, os impasses podem fazer com a marca perca o valor perante o público-alvo e, até mesmo, à sociedade como todo.

Fora os prejuízos financeiros que podem chegar ao extremo e, assim, acarretar a falência da instituição.

Mais um ponto é que, quando você pensa em gestão de crise, exercita dois aspectos cruciais para a saúde dos negócios: flexibilidade e criatividade.

Como Fazer Uma Gestão de Crise? Confira em 9 Passos

Como montar um plano de gestão de crise?


Chegou a hora de entender como fazer o seu plano para gestão de crise. 

A seguir, confira o passo a passo:

1. Analise o Cenário

Antes de tudo, é preciso olhar e analisar por quais situações emblemáticas a empresa onde você atua pode se deparar.

Depois, pense nos recursos intelectuais, materiais e humanos possíveis para sobreviver.

Quais são as capacidades e ferramentas que você e a sua equipe já têm? O que precisam desenvolver?


2. Terceirize as Demandas

Por mais difícil que seja, os donos de negócios não podem liderar todas as tarefas. Isso só os tornam grandes gargalos centralizadores da empresas.

O melhor sempre é delegar demandas com alinhamento, principalmente em momentos de crise, quando o dono e/ou o CEO precisam ter seus tempos e cabeças focados na análise do cenário, além disso, em grandes tomadas de decisão.

3. Re-planeje com frequência

Lembra que o segredo da gestão de crise é a previsibilidade?
Sendo assim, reveja o plano de contenção com frequência.

Para e pense: será que ele está completo?

Algum fator novo, seja na empresa ou no ambiente externo, pode demandar novos cuidados?

Sem a atualização, a gestão de crise nas empresas pode ir por água abaixo.

4. Alinhe os Objetivos

Depois do estudo do cenário, vem a tarefa de definir e alinhar os objetivos que farão parte da gestão de crise. 

Nesse ponto, é extremamente importante dialogar com todas as equipes de forma clara e objetiva. 

Uma excelente maneira de fazer isso é com a ajuda da OKR, uma ferramenta poderosa que auxilia na transformação de estratégias e propósitos de quaisquer empresas em resultados mensuráveis. 

Mas por onde começar?

Em uma planilha, líderes e times da empresa precisam registrar os objetivos e Key Results.

Após essa definição, é necessário compartilhar os OKRs com todos e, claro, ouvir o que eles têm a opinar e acrescentar. 

Vale destacar que a OKR também proporciona mais agilidade para os profissionais se adaptarem às mudanças. 

5. Tenha Foco

É claro que situações embaraçosas causam muita preocupação e medo.

Mas, na hora da turbulência, aperte os cintos e lembre-se de  que o plano de contenção foi pensado com todo cuidado justamente para garantir a sobrevivência da empresa. 

Com isso em mente, foque na observação do cenário e na rota dos negócios. Qualquer nova direção, na crise, pode exigir de você uma ação rápida. 

6. Capacite a Sua Equipe

Já que um dos segredos é delegar tarefas, consequentemente, é preciso ter profissionais capacitados ao seu lado.

Então, diariamente, divida os seus conhecimentos, incentive workshops na empresa e invista em cursos para os colaboradores. 

E novamente: dê a chance de outras pessoas assumirem e liderarem ações. 

7. Otimize os Seus Processos Internos

Os processos internos indicam como os profissionais devem executar as demandas. 

Mas, para que a bússola realmente funcione, tome cuidado! Os processos devem ser claros, sobretudo, práticos. 

De nada adianta, por exemplo, criar mil critérios, se as equipes não tiverem tempo hábil para segui-los.

Cuidado com o maior vilão de uma empresa: a sua própria burocracia. Menos é mais!

8. Melhore a Comunicação Interna

Como dissemos, para a gestão de crise, a clareza e objetividade são pontos-chaves.

Sendo assim, além de ter um plano de ação muito bem desenvolvido e explicado, incentive o diálogo dentro da empresa. 

É preciso ter reuniões constantes entre todos os profissionais. Além disso, centralize as novas informações corporativas em um só local de fácil acesso, por exemplo, nos e-mails disparados pelo RH. 

Outro cuidado essencial é ser transparente, sendo assim, por mais desafiadora que seja a crise, não omita ou esconda dados e considerações. 

9. Metrifique os Seus Resultados

Mais do que saber definir os objetivos com a ajuda da ferramenta OKR, é imprescindível acompanhar e medir os resultados.

É a tarefa básica de conferir se a realidade está de acordo com o que foi definido no planejamento de gestão de crise. 

Qualquer ponto fora da curva deve ser resolvido o mais rápido possível. 

O Que Faz um Gestor de Crises?

gestão de crise empresarial: o que um gestor deve fazer?

É papel do gestor de crise manter-se a par de tudo o que acontece em todos os níveis empresariais e, dessa forma, fazer a ponte entre diretoria e operacional. 

Também é necessário analisar se os objetivos e demais cuidados do plano de contenção estão são devidamente seguidos. 

Em muitos casos, o gestor de crise empresarial ainda pode se tornar porta-voz da marca.  

Gestão de Crise: Exemplos


Para somar ainda mais ao seu conhecimento sobre gestão de crise, vamos usar dois exemplos de casos, um bem-sucedido e outro não. 

O primeiro é o da Gol Linhas Aéreas. Em 2006, um dos aviões da companhia caiu na Serra do Cachimbo, no Pará.

O acidente causou a morte de 154 passageiros. Já a causa foi a colisão da aeronave da cia com um jato Legacy dos Estados Unidos. 

Na ocasião, a Gol já tinha tudo preparado para lidar com uma crise como essa. 

Dessa forma, houve a prestação de apoio aos familiares de vítimas. Além disso, o presidente da companhia, na época, Constantino de Oliveira Junior, tomou para si mesmo as responsabilidades. 

Isso foi crucial para amenizar a carga negativa que a marca Gol poderia ter. 

Já o exemplo da falta de gestão de crise é o da Cervejaria Backer, localizada em Belo Horizonte.

Em 2019, os consumidores da marca passaram a apresentar problemas graves de saúde, como problemas renais. 

Após uma perícia, a polícia civil mineira identificou a substância dietilenoglicol (solvente orgânico extremamente tóxico) nos tambores de produção da bebida. 

Mesmo após o resultado das análises, a Backer negou que usasse a química, sem, ao menos, considerar a hipótese de sabotagem. 

Além disso, afirmou não ter condições de prestar auxílio médico às vítimas. 

Uma conduta que, obviamente, foi alvo de críticas e, claro, frustrou ainda mais as expectativas dos clientes. 

Qual o Papel do RH em Tempos de Crise?


O RH tem como papel principal manter a comunicação e participação de todos os colaboradores, juntamente com os gestores.

Sem isso, não é possível atravessar o momento conturbado. 

Também é fundamental olhar com ainda mais cuidado para a saúde e bem-estar do colaborador e, caso necessário, pensar em novas formas de trabalho.

Conclusão


Não há dúvidas de que momentos conturbados podem ser vividos por todas as organizações. 

O mais importante é saber prever os dilemas, se possível, e já deixar um plano de gestão de crise pronto. 

Dentro dessa espécie de mapa de ação, alguns aspectos são imprescindíveis, entre eles: transparência e comunicação entre os profissionais, competência de todas as áreas, atuação forte dos gestores e do RH, definição, objetivos e delegação de tarefas. 

Só assim a empresa para a qual você trabalha poderá sobreviver à turbulência e, logo, retomar os números e resultados que tinha antes da crise. 

Aproveite também os exemplos que mostramos para você crescer e ajudar os seus times ainda mais! 

Thomaz Ribas OKR

Sobre Thomaz Ribas 

Ele é especialista em OKR e Agilidade para os Negócios, consultor, facilitador e coach empresarial. Thomaz atua lado a lado com executivos, líderes e equipes, desde startups até grandes multinacionais, guiando-os na sua jornada rumo a abordagens de gestão mais ágeis e eficazes, para que possam prosperar nesta nova economia.

Saiba mais

Guia Introdutório de OKR

Mais acessados

Outros temas relacionados

Nem mesmo a pandemia da Covid-19 foi capaz de desacelerar as vendas online. Se ...

Vendas Online: Melhores Dicas Para Vender pela Internet

Afinal, como organizar uma empresa? Um dos principais fatores é a definição de objetivos ...

Como Organizar uma Empresa: Dicas MUITO Importantes e Checklist Prático

Neste artigo, você vai descobrir os principais pontos sobre empresas familiares. Sobretudo, quais são ...

Empresas Familiares: Principais desafios e Como Superá-los

Quer receber conteúdos como esse gratuitamente?

Inscreva-se para receber nossos conteúdos diretamente no seu email e ficar por dentro das novidades.

>