Ciclo de OKR

Você sabe como definir um ciclo de OKR? Atualmente, existe uma série de processos que auxiliam as empresas a atingirem suas metas e melhorarem seus resultados, focando nos principais objetivos de curto, médio e longo prazo.

OKR se tornou muito popular no cenário mundial graças à sua adoção por empresas conhecidas internacionalmente, tais como o Google e o Twitter. A grande dúvida por trás desta ferramenta, portanto, seria como implementá-lo em uma empresa.

Neste artigo, mostrarei como definir um ciclo de OKR para o seu negócio. Acompanhe!

O que é um ciclo de OKR?

OKR é um framework de pensamento crítico uma forma de definir e comunicar objetivos de forma colaborativa e medir seu progresso baseado em resultados atingidos.

Para ajudar as organizações a acelerar os resultados desejados com OKR, utilizo um método composto por 4 etapas — o primeiro é o Definir; depois, o Alinhar; em seguida a etapa Agir e, por fim, o Apender.

Definir

Esta etapa ocorre no início do seu período de definição de OKR (um trimestre, por exemplo). O importante neste etapa inicial é que haja um processo colaborativo de definição de OKRs através de diálogos entre os diferentes níveis e equipes da empresa.

Alinhar

Na abordagem tradicional de gestão, as metas são definidas de forma top-down e unilateral. Cada colaborador "alinha" suas metas com seus superiores até chegar ao topo da "pirâmide hierárquica".

Com OKR, o alinhamento ocorre de forma diferente. Uma vez que os OKRs estão definidos, eles precisam ser alinhados horizontalmente e verticalmente na empresa. Este é o propósito da etapa alinhar – garantir que cada time esteja alinhado com os demais times e com a estratégia da empresa através dos OKRs.

Desta forma é necessário que exista uma abordagem mais engajadora e colaborativa que assegure que cada time de colaboradores esteja alinhado não somente com a estratégia da empresa, mas também com as demais equipes.

Agir

Uma vez que temos OKRs definidos e alinhados, passamos à etapa agir. O objetivo principal desta etapa é acompanhar os OKRs com regularidade rumo ao seu atingimento. Para isso os times realizam check-ins: reuniões semanais curtas (15 a 20 minutos) para avaliar a situação de cada Key Results e também o nível de confiança do time com relação ao atingimento de cada Key Result.

Aprender

O ciclo termina com a etapa Aprender. Nesta etapa os times avaliam os resultados dos OKRs definidos no ciclo, compartilham quais aprendizados tiveram no ciclo que se encerra e se preparam para o próximo ciclo.

O que deve ser considerado na definição de um ciclo de OKR?

Agora, vou compartilhar o que deve ser levado em consideração para a definição de um ciclo de OKR. Continue lendo!

Crie OKRs de qualidade

O primeiro passo é criar OKRs relevantes para a sua empresa. Para fazer isso, você inicia traçando metas globais de acordo com os objetivos da empresa para um determinado período — (6 meses ou 1 ano, por exemplo). Assim, a partir desse ponto mais abrangente, você deve definir objetivos para ciclos menores, tipicamente trimestrais.

Determine resultados chave desafiadores

Os Key Results precisam ser muito claros, objetivos e, principalmente, ambiciosos. Metas desafiadoras, quando bem definidas, geram grandes benefícios para a empresa e para os times. Elas fazem com que os times pensem diferente e precisem aprender coisas novas rumo ao seu atingimento.

Estabeleça limites para as metas

Apesar de ser importante inserir uma pitada de ambição e desafio nas metas, isso precisa ter um limite. Da mesma forma que as pouco desafiadoras não geram motivação nos funcionários, as absurdas e impossíveis também resultam no mesmo sentimento.

Revise os resultados das suas metas

Outro passo importante é a revisão dos resultados. Isso precisa ser feito constantemente para garantir que o trabalho e as táticas desenvolvidas estão proporcionando os resultados esperados. Essa revisão pode ser feita semanalmente através do check-in.

Aposte na transparência das informações

Outro ponto muito importante é deixar as informações sobre os OKRs visíveis e acessíveis a todos. Isso possibilita que eles enxerguem de perto os resultados que estão sendo conquistados e principalmente que eles saibam como como podem contribuir.

Crie ciclos mais curtos

É importante que você estabeleça prazos menores para analisar os OKRs. Esse período pode ser trimestral, por exemplo. Fazendo isso, é mais fácil realizar ajustes rápidos para colocar em prática novas táticas a fim de alcançar certos resultados.

Tenha foco

Por fim, é fundamental que você tenha foco nos OKRs que foram criados. Com isso, os colaboradores terão mais certeza de que o trabalho desenvolvido está focado em atingir os resultados previamente estabelecidos.

Qual a importância de contar com uma ajuda especializada nesse processo?

OKR pode ser implementado em todo tipo de negócio. Entretanto, muitas pessoas encontram dificuldade no processo, e isso se deve a um principal motivo — falta de conhecimento técnico sobre o assunto.

Para tanto, existem especialistas que oferecem uma série de cursos e diversos conteúdos técnicos para que você possa desenvolver seus conhecimentos sobre o assunto e, finalmente, aplicar OKR em sua empresa para poder obter tais resultados.

Afinal, definir um ciclo de OKR de forma bem estruturada e adequada à realidade e às necessidades do seu negócio pode fazer toda a diferença para a sua empresa, bem como para o sucesso da aplicação dessa ferramenta. Por isso, é fundamental que você tenha, ao seu lado, especialistas que possibilitem que o negócio alcance todos os benefícios que a ferramenta pode proporcionar.

Então, se você quer conhecer um pouco mais sobre esse assunto, convido você para entrar em contato comigo e conferir todos os meus conteúdos. Estou te aguardando para demonstrar o quanto OKR pode ajudar o seu negócio a prosperar. 

>