Em qual dos tipos de líderes você se encaixa?

Um dos valores que mais contribuem para a agilidade, a longevidade e o sucesso de uma organização chama-se liderança. Eu acredito que liderança é algo que se desenvolve ao longo da vida, desde a infância. Ninguém nasce pronto.

Conforme o tempo passa, as experiências adquiridas, seja na escola, no trabalho ou no empreendedorismo, vão moldando a filosofia de liderança do indivíduo.

Essa filosofia define como a gente se comporta diante da missão de trabalharmos com outras pessoas para definir objetivos e obter resultados.

O que acontece, porém, é que, durante a nossa jornada, nos deparamos com desafios distintos em ambientes com diferentes níveis de complexidade, e muitas vezes nossa forma de liderar já não produz os resultados desejados.

Novos desafios requerem novas habilidades de liderança. Muitas vezes é preciso desaprender a abordagem de liderança familiar, reconhecer as limitações e aprender a misturar e combinar diferentes estilos de liderança para engajar as pessoas e atingir os objetivos.  

Observamos ao menos 5 tipos de líderes nas organizações

O líder comando e controle

Pessoas com o estilo comando e controle são focados na tarefa a ser feita. São disciplinadores e seguem as regras estabelecidas, esperando o mesmo de todos.

Esse estilo pode trazer resultados positivos em situações de crise, em que não há tempo para muito diálogo e uma ação urgente é necessária.

Muitas vezes esse líder impõe restrições no ambiente, limitando a demonstração e o desenvolvimento da liderança dos outros. 

O líder inovador

Com espírito criativo e empreendedor, o líder inovador procura sempre instigar suas equipes a pensar diferente, fora da caixa, e a estabelecer metas desafiadoras.

Esse líder ajuda a criar um clima de inovação na organização. Para ele, erros não impedem o progresso.

Ele enxerga o que não está funcionando, traz uma nova forma de pensar para resolver os problemas e tem um grande potencial para conceber novos produtos e serviços.

O nível de satisfação e engajamento das pessoas que se relacionam com esse líder tende a ser alto, pois o ambiente propicia compartilhamento de ideias de forma aberta.

Consequentemente, este perfil de liderança faz com que as pessoas assumam maiores riscos nas suas iniciativas. 

O líder liberal

O líder liberal confia nas pessoas e acredita que elas conseguem realizar suas atividades sem acompanhamento constante, dando total liberdade para a tomada de decisões.

O desempenho do time é monitorado e feedbacks são fornecidos regularmente, porém o líder interfere no trabalho apenas quando solicitado.

Quando o time é altamente coeso, auto-organizado, maduro e experiente, esse estilo pode trazer bons resultados. Autonomia neste caso gera aumento de produtividade.

No entanto, a liderança liberal quando aplicada a times com baixo nível de maturidade pode gerar problemas.

Com o passar do tempo, times com ampla autonomia, porém sem experiência, tendem a ter seu desempenho reduzido e a desenvolver certo individualismo e desagregação. 

O líder servidor

Herb Kelleher, cofundador e ex-CEO da Southwest Airlines disse: “O negócio de um negócio são as pessoas”. Ele desenvolveu uma cultura na Southwest Airlines que reflete essa filosofia.

Um líder servidor coloca o serviço às pessoas antes de seus próprios interesses, incluindo toda a equipe no processo de tomada de decisão e fornecendo as ferramentas necessárias para que eles tenham sucesso.

Quando o time obtém resultados incríveis, ele fica fora dos holofotes e faz com que os créditos sejam dados às pessoas.

O líder servidor muitas vezes emerge naturalmente de dentro de uma equipe, sem a necessidade de imposição de cargos formais.

Contudo, em situações nas quais seja necessário rápida tomada de decisões e atingimento de prazos agressivos, o estilo de liderança servidora pode não ser tão eficaz. 

O líder situacional

Segundo pesquisa realizada por Ken Blanchard, 54% dos líderes adotam um único estilo de liderança no seu trabalho, independentemente da situação. Isto significa que na maior parte do tempo esses líderes não estão adotando o estilo de liderança mais eficaz para atingir as necessidades da organização e de seus liderados.

A liderança situacional não tem como base uma única habilidade de liderança.

O líder situacional adapta seu estilo de acordo com o ambiente e as diferentes variáveis existentes em cada momento. Ele modifica seu estilo de gestão e liderança para atingir os objetivos da organização.

Líderes situacionais fornecem para as pessoas o que elas precisam no momento certo, para o objetivo certo.

Eles oferecem a quantidade certa de direcionamento, atenção e autonomia, além de suporte para que as pessoas tenham sucesso no atingimento dos objetivos.

O que observamos nas organizações que adotam esse estilo de liderança é maior desempenho, criatividade, engajamento e retenção de talentos.

E você? Qual é seu estilo de liderança?

 

Grande abraço!

Thomaz Ribas

“Suponho que a liderança em algum momento significou músculos, mas hoje significa conviver com as pessoas.” — Mahatma Gandhi 

 

CADASTRE-SE NA LISTA VIP

Fique tranquilo(a). Entraremos em contato o quanto antes!

You have Successfully Subscribed!