Navegando entre os domínios do framework Cynefin

No post anterior falamos sobre o framework Cynefin e como ele pode nos ajudar a tomar melhores decisões.

O framework Cynefin é dinâmico. As situações podem migrar de um domínio para outro ao longo do tempo e o que vai determinar essa migração são as restrições impostas no ambiente em cada momento.

Em algumas situações, é necessário sabermos mover o problema por entre mais de um domínio.

Do caótico ao complicado

Imagine uma equipe que não tem um processo mínimo de trabalho e está recebendo demandas de diferentes clientes ao mesmo tempo. Essa equipe sofre com mudanças de prioridade a todo o momento, está com uma lista imensa de tarefas para serem executadas, não consegue se organizar e se atrapalha com conflitos e problemas de comunicação.

Atrasos nos projetos e atritos entre as pessoas são cada vez mais comuns. Trata-se de um ambiente caótico. É preciso tomar decisões de forma rápida e assertiva pois não é possível conviver muito tempo no caos.

Em uma situação dessas, o que costuma ajudar muito a sair do caos é começar a se organizar aplicando frameworks e métodos de gestão como Scrum e Kanban — que serão abordados mais adiante.

É preciso compreender a demanda de trabalho, a capacidade de entrega e organizar o fluxo, impor algumas restrições para tornar o sistema mais ordenado e previsível, migrando, por exemplo, para o domínio complicado, conforme mostra a figura a seguir.

Do caótico ao complicado

Do simples ao caótico

Observando a figura que ilustra o framework Cynefin, vemos que a borda que separa os domínios simples e caótico é ligeiramente diferente. Essa borda representa um penhasco e é aqui que reside um dos pontos mais interessantes desse modelo.

Quando passamos a acreditar que tudo é simples, que todas nossas crenças estão corretas e nosso sucesso do passado vai blindar nossos erros futuros, em uma falsa impressão de estabilidade, nos aproximamos da fronteira entre o simples e o caótico, e, eventualmente, caímos do penhasco.

Do simples ao caótico

Você já esteve em um projeto em que um gestor, utilizando comando e controle, estabelecia todas as atividades de todas as pessoas, com extensos cronogramas e máxima previsibilidade de tudo?

Nesse cenário, existe a falsa impressão de que todo esse controle removerá qualquer incerteza e que os resultados de todos projetos podem ser previstos com clareza.

Porém, o que vemos, muitas vezes, é que todas essas restrições são ignoradas quando faltam poucos dias para atingir a data prometida do projeto.

As pessoas correm para atender os prazos, ignoram as regras estabelecidas e sem perceber caem no caos. E recuperar-se da queda pode levar um bom tempo e dinheiro.

Entre o complexo e o complicado

Vejamos o caso de muitas startups. Em geral, iniciam seu processo de descoberta no domínio complexo, efetuam seus experimentos e validam suas hipóteses até ter alguma clareza sobre seu produto. Seu cenário migra do domínio complexo para o complicado.

Um processo mais formal (com mais restrições) pode ser colocado em prática para que o produto seja efetivamente construído, testado e melhorado.

Startup: “organização temporária projetada para identificar um modelo de negócio escalável e repetível que atua em um ambiente de extrema incerteza”.  – Eric Ries. The Lean Startup. 2011.

Já uma empresa que tem uma série de processos definidos e restrições sobre a forma que as pessoas fazem o trabalho, certamente terá dificuldades para inovar.

Inovação requer, ao menos durante certo tempo, abrir mão de restrições para, então, entrar no domínio complexo e experimentar ideias diferentes e até mesmo conflitantes entre si.

Após esse novo processo de descoberta, no qual são realizados testes e validação de diferentes hipóteses, a empresa poderá, então, voltar ao complicado, uma vez que o novo negócio já está definido e resta agora seguir na evolução do novo produto.

Essa transição entre os domínios complicado e complexo é representada pela figura abaixo.

Transição entre domínios complicado e complexo

Para ter sucesso, é preciso saber gerenciar em todos os domínios, seja para inovação, melhoria ou manutenção dos nossos produtos.

É preciso estar sempre presente para a compreensão do cenário atual, entendendo as restrições do seu ambiente e compreendendo em que domínio nos encontramos para, então, tomar a decisão pela forma de trabalho mais apropriada.

O Framework Cynefin pode te ajudar de forma bastante eficaz neste desafio.

Grande abraço!

Thomaz Ribas.

CADASTRE-SE NA LISTA VIP

Fique tranquilo(a). Entraremos em contato o quanto antes!

You have Successfully Subscribed!