O que é e como aplicar gestão de metas na sua empresa

Um dos maiores desafios dos gestores e executivos é transformar sua estratégia em ação. Existe um verdadeiro abismo entre essas duas esferas. Para ajudar a cobrir este gap entre estratégia e ação com resultados, a gestão de metas eficaz é fundamental.

Gestão de metas é um processo através do qual metas são definidas e monitoradas a fim de fornecer direcionamento e inspiração para as equipes, rumo ao atingimento da estratégia da organização.

Uma pesquisa mostrou que o comprometimento com metas ajuda muito a aumentar o desempenho das equipes e da organização. As metas, porém, devem ter um grau de desafio suficiente para engajar as pessoas, fazendo com que elas precisem pensar diferente e aprender algo novo para atingi-las.

Isto é comprovado por outra pesquisa que mostra que definir metas específicas e desafiadoras aumentam o engajamento dos colaboradores rumo ao atingimento dos objetivos.

O papel do gestor

Os gestores das organizações têm papel fundamental no processo de definição e acompanhamento de metas. É deles a tarefa de compreender a missão, a visão e os objetivos estratégicos da organização e traduzi-los de forma eficaz para as equipes.

Os melhores gestores que conheço ajudam efetivamente os colaboradores a alcançar as metas das equipes e da organização, atuando como líderes e facilitadores, abrindo espaço para que eles possam fazer o melhor trabalho possível rumo ao atingimento das metas.

Gestores devem capacitar as suas equipes para que possam contribuir de forma participativa e efetiva na definição das metas, de forma que estas estejam alinhadas à estratégia da organização.

Além disso, os melhores gestores treinam as pessoas para que possam ser flexíveis e saibam se adaptar constantemente a diferentes condições do mercado, através de metas que são revisadas constantemente ao longo do ano.

Em uma organização com um processo eficaz de gestão de metas, todas as metas são alinhadas de forma transparente em toda a organização. Nada de portas fechadas. O gestor deve sempre fomentar o alinhamento, a transparência e a colaboração entre equipes, ajudando as pessoas a removerem os obstáculos no caminho rumo ao atingimento das metas.

Dicas para uma gestão de metas eficaz:

1. Torne a missão e a visão claras

A missão descreve o propósito da empresa. Ela responde às perguntas:

“Quem é você enquanto empresa?”

“Por que você existe, além de fazer dinheiro ou gerar lucratividade?”

A estratégia pode mudar ao longo do tempo, mas a missão fica. Ela é a verdadeira responsabilidade que uma empresa assume perante a sociedade e o mundo.

A missão do Google, por exemplo, é:

“Organizar as informações do mundo e torná-las acessíveis e úteis universalmente.”

Como base na missão, a empresa define sua visão. A visão responde à pergunta:

“Para onde queremos ir no futuro?”

É uma imagem do que a empresa deseja se tornar no futuro. Esse futuro pode ser 5, 10, 15 anos, dependendo da organização. Visão sem missão é algo frágil. E qualquer meta será igualmente frágil se a missão e a visão não estiverem claras em toda a organização. 

2. Envolva as equipes no processo de definição de metas

Na era industrial, os gestores eram geralmente vistos como aqueles que sabiam tudo. Eles eram os “pensadores” e abaixo deles existiam os “executores”. Os gestores estabeleciam todas as metas para que os funcionários executassem exatamente o que foi definido.

O mundo mudou. Estamos na nova economia: a economia do conhecimento, dos trabalhadores do conhecimento. Ninguém melhor do que as pessoas que estão atuando na linha de frente nos projetos, produtos e serviços para definir metas, pois são eles que têm as informações mais precisas.

Na organização moderna, as metas não são definidas somente de cima para baixo (top-down). Existe também input das equipes (de forma bottom-up). As pessoas que atuam nos diversos níveis e funções da organização participam do processo de definição das metas de forma efetiva, contribuindo em discussões significativas sobre o negócio.

3. Mantenha uma cadência de acompanhamento

Um dos maiores erros que os gestores cometem quando definem metas junto às equipes é “engavetar” as metas. As pessoas se esforçam para definir as metas e deixam para revisá-las meses depois, ou até mesmo no final do ano!

A organização deve manter uma cadência curta de acompanhamento das metas junto às equipes, para que todos possam avaliar o nível de confiança rumo ao atingimento das metas e principalmente para corrigir a rota, repriorizando atividades caso necessário. É cada vez mais comum encontrarmos empresas definindo um ciclo trimestral de definição de metas. Isto significa que a cada três meses as pessoas se reúnem para rever as prioridades da empresa e das equipes para o próximo trimestre.

Essa cadência traz disciplina e agilidade, fatores cruciais para o aumento do desempenho de qualquer organização, pois permite rápido feedback e correção da rota conforme necessário.

 

Um processo eficaz de gestão de metas ajuda a organização a chegar onde ela deseja. Estudos mostram que organizações com um processo ágil e colaborativo de definição de metas tem 3,5 vezes mais chances de estar entre as empresas com maior resultado financeiro do seu segmento.

E na sua empresa? Como está a sua gestão de metas?

Inscreva-se abaixo para receber materiais e informações como essas!

Grande abraço!

Thomaz Ribas

“O que não pode ser medido não pode ser gerenciado.” – Peter Drucker

 

CADASTRE-SE NA LISTA VIP

Fique tranquilo(a). Entraremos em contato o quanto antes!

You have Successfully Subscribed!